Guia Escolha sua carretilha – equipamento certo para a aplicação certa! | Universo da Pesca
Pensou Loja de Pesca, Universo da Pesca
Publicado: 06/09/2019

Guia Escolha sua carretilha – equipamento certo para a aplicação certa!

O caminho natural de evolução do pescador amador leva ao uso de um dos equipamentos mais desejados – a carretilha.

Ainda assim muitos pescadores tem dificuldade em escolher o equipamento perfeito para a sua pescaria, e neste artigo nós entregamos um guia para você fazer a melhor compra do seu equipamento.

Carretilha de perfil alto ou perfil baixo

Vamos agora explorar os elementos de diferentes tipos de carretilhas, para que você possa tomar a decisão certa na compra do seu equipamento.

São basicamente dois modelos principais de carretilhas disponíveis no mercado, as carretilhas de perfil alto ou as carretilhas de perfil baixo.

Carretilha de perfil baixo

As carretilhas de perfil baixo foram desenvolvidas especificamente para arremesso de iscas artificiais.

Elas tem a vantagem de ser bem mais compactas e mais leve que os molinetes - no mínimo 50% mais leve que o molinete, à depender do modelo de comparação.

As carretilhas de perfil baixo são perfeitas para realizar arremessos constantes, o que chamamos de bater arremessos, com uma capacidade maior de alcance e distância sem gerar muito esforço.

É uma tática que ajuda o pescador batedor, pois em uma única pescaria podem ser realizados mais de 3mil arremessos, e o equipamento pesado geraria um desgaste físico muito grande do pescador.

Servem muito bem para pescaria de peixes de perfil predador, onde você deve manter a isca em movimento para incentivar o peixe a fisgar – então é um equipamento de recolhimento rápido.

Para garantir a agilidade do equipamento, elas comportam pouca linha, pois não foram desenvolvidas para pescas em que o peixe precisa tomar muita linha.

Os peixes que normalmente são pegos com a carretilha de perfil baixo são o Tucunaré, a Traíra e o Robalo.

Quanto à escolha do equipamento, cada carretilha vem com a especificação de quantos rolamentos fazem sua mecânica – a métrica básica é de que, quanto mais rolamentos, melhor e mais macio é o funcionamento da carretilha.

Se atente também para carretilhas de carretel de plástico, pois a tensão da linha tende a fragilizar o equipamento – o investimento em uma carretilha de carretel de metal garante o funcionamento do equipamento por muitos anos.

Carretilha de perfil Alto

A carretilha de perfil alto tem outra proposta.

Ela normalmente é caracterizada por ter um carretel grande e cilíndrico, pois parte de seu propósito está em permitir mais disponibilidade de linha no carretel.

É aconselhada para pescarias em mar e rios extensos.

No mar a extensão da linha buscará grandes profundidades, e nos rios, você pode precisar fazer lançamentos de espera, para peixes que vão capturar a isca no ritmo da correnteza, por isso você precisará de mais linha – pode precisar deixar a isca ser arrastada por 100, 150 ou 200 metros rio abaixo.

Alguns dos pescados buscados por pesca com carretilhas de perfil alto são o Pintado, o Jaú, o Dourado e a Pirarara.

O peso de uma carretilha de perfil alto é mais elevado – é no geral um equipamento mais robusto e forte, por isso pode pesar tanto quanto um molinete.

Sistema de freios da carretilha e regulagem

Este é um ponto de atenção nas carretilhas, apesar de ser comum para todos os modelos.

Para saber mais sobre a aplicação prática destes sistemas e conseguir um arremesso perfeito, leia o nosso Guia completo do uso da carretilha earremesso perfeito.

A Carretilha tem dois sistemas de freios integrados, que são o freio magnético, controlado por um imã que permite mais ou menos giro do carretel de linha, e o sistema de regulagem do eixo central da carretilha, que fica próximo à manivela.

Também existe o elemento da estrela de regulagem da fricção, utilizado na fisgada do peixe para permitir que o equipamento libere mais linha ou menos linha, ajudando a cansar o peixe

Linhas recomendadas para a carretilha

A recomendação ideal é de linhas multifilamento, pois é uma linha melhor preparada para o desenrolar no lançamento, e a carretilha tem uma propriedade de facilitar a soltura da linha.

Já com a linha de nylon o carretel embala mais que a isca, e isso pode gerar o efeito cabeleira.

Não existe equipamento multifuncional

Mais importante que os elementos técnicos de um equipamento, é entender a sua aplicação.

Um erro comum de mercado é de querer fazer o investimento em uma carretilha única que possa acompanhá-lo em qualquer tipo de pescaria.

Como percebemos neste artigo, cada tipo de peixe e cada situação de pesca pede um equipamento diferenciado, e não existe adaptação que permita uma carretilha servir à um propósito para a qual não foi desenvolvida.

Na dúvida, leve em consideração o peixe que você quer pescar no ambiente que você mais frequenta. Temos os melhores modelos de carretilha de pesca para você na nossa loja de pesca.

Ficou alguma dúvida sobre a escolha da sua carretilha ideal? Deixe nos comentários ou nos conte como foram as suas experiências de pesca com carretilha.

Voltar